SPED na Prática

Conheça o SPED na Prática, projeto da Decision IT S.A. e encabeçado por Mauro Negruni – Diretor de Conhecimento e Tecnologia da empresa – que visa compartilhar de forma gratuita conteúdo sobre o Sistema Público de Escrituração Digital adquirido pelos seus consultores em clientes e em contato direto com representantes do Fisco. Visando sempre a obtenção e difusão de conhecimento, a Decision IT S.A. o compartilhamento dos artigos abaixo é permitido e encorajado, desde que sejam dados os devidos créditos à empresa e haja link para a notícia original.

Mauro Negruni é diretor de serviços da Decision IT e integrante do Grupo de Trabalho das empresas piloto do Sped

A inflação normalmente provoca diferentes níveis de percepção. Quem almoça fora, por exemplo, tende a se preocupar com o valor da refeição nos restaurantes, enquanto o preparo dos alimentos em casa desloca o foco da análise para os preços de supermercados e feiras.

Por Luiz Carlos Gewehr - Gerente de Desenvolvimento de produtos da Decision IT

Como apresentei no meu último artigo publicado no jornal DCI, ”Era do SPED: sua empresa está preparada”, vivemos um momento em que o SPED evolui a passos “largos”. As empresas que ainda não pensaram em adotar soluções da Era do SPED tornam suas operações mais custosas e arriscadas, devido aos riscos fiscais ocultos implícitos desta decisão. Para realizar essa transição, antes de mais nada, é necessário que os gestores fiscais atentem para um item simples, mas crucial: é preciso aceitar que para gerar segurança tributária lançaremos mão de ferramentas distintas ao atender obrigações diferentes, pois suportam processos diversos. Parece simples este conceito, mas não é.

Na última Segunda-feira, 18 de Novembro de 2013, aconteceu em Porto Alegre o lançamento nacional da Nota Fiscal eletrônica do consumidor (NFC-e). A partir de hoje, inicia-se a fase de massificação do projeto. Entenda por que a NFC-e é considerada um caminho sem volta, uma onda de vantagens muito grandes para as empresas.

Hoje, 1º de Novembro de 2013, entra em produção em todo o Brasil a Nota Fiscal eletrônica do Consumidor (NFC-e), inovação que promete dar mais agilidade e praticidade às operações de venda no varejo.

AJUSTE SINIEF 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2013 (DOU 18.10.2013)

Altera o Ajuste SINIEF 02/09, que dispõe sobre a Escrituração Fiscal Digital – EFD. O Conselho Nacional de Política Fazendária – CONFAZ e o Secretário da Receita Federal do Brasil, na sua 151ª reunião ordinária, realizada em Fortaleza, CE, no dia 11 de outubro de 2013, tendo em vista o disposto no art. 199 do Código Tributário Nacional (Lei nº 5.172, de 25 de outubro de 1966), resolvem celebrar o seguinte

Para ajudar aos profissionais contábeis e também aos analistas de sistemas, nós da Decision IT, empresa participante do Grupo de Trabalho da ECD, realizamos uma bateria de testes com o PVA 3.1.2 e com a versão anterior (2.x). Em nossos testes procuramos entender o comportamento e liberação de gatilhos de validação do PVA e a sua correspondência com o leiaute publicado no manual de orientação da ECD (atualizado em maio/2013).

1) APLICAÇÃO – Para quais OPERAÇÕES, MERCADORIAS e BENS e será utilizada a alíquota de 4% ?

A alíquota de 4%, conforme definida pela Resolução do Senado Federal n.º 13/2012, será aplicada apenas para as operações INTERESTADUAIS.

Será aplicada para bens e mercadorias importados do exterior que, após o desembaraço aduaneiro:

Por Eduardo Battistella

A estratégia da coordenação do projeto Nacional da NF-e é a de agrupar as demandas para grandes atualizações a cada 2 anos em média – com exceções eventuais para atender a mudanças na legislação (caso da Lei da Transparência dos Tributos e, mais recentemente, da Resolução 13 do Senado). Em Julho passado foi divulgada oficialmente a versão 3.10 da NF-e